A menor casa do mundo

A casa em Horinouchi foi construída em um terreno quase triangular de apenas 55 metros quadrados, com o prédio ocupando apenas 27,9 metros quadrados. Afunilando-se em uma das extremidades para aproveitar ao máximo o espaço desajeitado em que foi construído, este edifício fica entre uma estrada e um aterro de rio, e pode ter acabado se tornando pouco mais do que um espaço de estacionamento se os projetistas inteligentes da casa não comparecessem. Com poucas janelas, o térreo da propriedade funciona como um refúgio aconchegante e área de dormir. O segundo andar, por sua vez, é completamente em plano aberto e permite a entrada de muita luz no espaço de convivência, que vem completo com uma pequena área de loft onde os pequenos podem brincar sem ficar sob seus pés. Segundo os arquitetos responsáveis pelo projeto: “esta é uma casa muito pequena construída no local do triângulo onde o rio e a estrada foram cruzados e feitos para o ângulo agudo. Para a estrada sem saída, se tornou um plano em vários regulamentos para obter permissão especial.” O projeto da casa foi encomendado por uma pequena família que esperou por algum tempo até que a obra ficasse pronta, mas que agora pode usufruir de toda a casa. Os moradores são um casal e uma menina. Embora fosse um local novo de uma área limitada, uma vez que um rio foi enfrentado através de um banco e um passeio, eu gostaria de projetar várias relações com o rio. O edifício é a forma que corta uma parte do ângulo agudo em um plano triangular derivado do local. Além disso, obteve o volume máximo de cobertura de quadril de três planos em restrição de linha de recuo. Embora o piso térreo tenha sido um espaço privado, limita-se a dividir com a cortina de uma corrida na porta, escadas e dispensa. Isso permitiu uma agradável sensação de amplitude. O primeiro andar é dividido em pequenas áreas por paredes estreitas estruturais, sendo conectados pelo limiar de um telhado. Portanto, há diferentes áreas abertas e todas se relacionam com o rio de alguma forma. Na sala de jantar e cozinha o espaço do lado oeste até as escadas é o maior e tem teto alto com uma sensação de subir para o topo do telhado. Já na sala de estar, o espaço central é de teto baixo, e tem janelas de abertura total em ambos os lados como uma varanda e a janela saliente que se espalha para fora com uma sensação de flutuar. No quarto de visitas, o espaço do lado leste no mais profundo é uma forma que é reduzida à direção do fluxo do rio, e é um espaço para observar o sol se pôr…

SketchUP – ferramentas básicas

Caixa de medidas Esta caixa é localizada no canto inferior direito e é onde aparecem as medidas dos desenhos modelados. Ao criar seus objetos e editá-los, você digitará as medidas neste espaço, o qual também mostra automaticamente as medidas de uma distância a outra quando algum componente é movido ou modificado. Ferramentas básicas As ferramentas mais básicas do software se encontram nesse espaço superior. Conheça cada um de seus agrupamentos e funções a seguir com os nomes descritos tanto na versão em português e inglês. Selecionar/select: é o ícone que permite selecionar os elementos presentes no projeto para que possam ser modificados ou que alguma ação a partir de outras ferramentas ocorra com tal elemento. Sua função é basicamente igual à seta do mouse no computador. Grupo 4: Orbitar/orbit: a ferramenta é utilizada para rotacionar a câmera do cenário ao redor da própria cena ou de um objeto. Para usar a ferramenta mova o cursor clicado na direção desejada da visão 3D depois de selecioná-la. Panorâmica/pan: ao clicar no ícone você pode mover a câmera no campo de visão para direita e esquerda e para cima e para baixo. Selecione a ferramenta e arraste com o mouse clicado na direção desejada. Zoom/zoom: serve para aumentar ou diminuir o campo de visão da cena. Utilize a ferramenta selecionando-a, clique no cursor do mouse e mova-o, ainda clicado, para cima para aumentar o zoom e para baixo para diminuir. Modelo centralizado/zoom extents: utilizada para centralizar o campo de visão. Basta apenas clicar no ícone. É importante caso o modelo desapareça da tela ou a visualização fique confusa e você precise de uma referência. Grupo 4: Orbitar/orbit: a ferramenta é utilizada para rotacionar a câmera do cenário ao redor da própria cena ou de um objeto. Para usar a ferramenta mova o cursor clicado na direção desejada da visão 3D depois de selecioná-la. Panorâmica/pan: ao clicar no ícone você pode mover a câmera no campo de visão para direita e esquerda e para cima e para baixo. Selecione a ferramenta e arraste com o mouse clicado na direção desejada. Zoom/zoom: serve para aumentar ou diminuir o campo de visão da cena. Utilize a ferramenta selecionando-a, clique no cursor do mouse e mova-o, ainda clicado, para cima para aumentar o zoom e para baixo para diminuir. Modelo centralizado/zoom extents: utilizada para centralizar o campo de visão. Basta apenas clicar no ícone. É importante caso o modelo desapareça da tela ou a visualização fique confusa e você precise de uma referência. Grupo 4: Orbitar/orbit: a ferramenta é utilizada para rotacionar a câmera do cenário ao redor da própria cena ou de um objeto. Para usar a ferramenta mova o cursor clicado na direção desejada da visão 3D depois de selecioná-la. Panorâmica/pan: ao clicar no ícone você pode mover a câmera no campo de visão para direita e esquerda e para cima e para baixo. Selecione a ferramenta e arraste com o mouse clicado na direção desejada. Zoom/zoom: serve para aumentar ou diminuir o campo de visão da cena. Utilize a ferramenta selecionando-a, clique no cursor do mouse e mova-o, ainda clicado, para cima para aumentar o zoom e para baixo para diminuir. Modelo centralizado/zoom extents: utilizada para centralizar o campo de visão. Basta apenas clicar no ícone. É importante caso o modelo desapareça da tela ou a visualização fique confusa e você precise de uma referência. Grupo 4: Orbitar/orbit: a ferramenta é utilizada para rotacionar a câmera do cenário ao redor da própria cena ou de um objeto. Para usar a ferramenta mova o cursor clicado na direção desejada da visão 3D depois de selecioná-la. Panorâmica/pan: ao clicar no ícone você pode mover a câmera no campo de visão para direita e esquerda e para cima e para baixo. Selecione a ferramenta e arraste com o mouse clicado na direção desejada. Zoom/zoom: serve para aumentar ou diminuir o campo de visão da cena. Utilize a ferramenta selecionando-a, clique no cursor do mouse e mova-o, ainda clicado, para cima para aumentar o zoom e para baixo para diminuir. Modelo centralizado/zoom extents: utilizada para centralizar o campo de visão. Basta apenas clicar no ícone. É importante caso o modelo desapareça da tela ou a visualização fique confusa e você precise de uma referência. Grupo 1: Borracha/eraser: permite apagar linhas e excluir entidades. Pode ainda suavizar ou ocultar arestas. Para utilizá-la, selecione a ferramenta e arraste por cima dos elementos a serem apagados. Linha/line: o ícone do lápis desenha linhas em qualquer sentido e de qualquer tamanho. Há também a opção de desenho “mão-livre”. Selecione a ferramenta e arraste o mouse com o cursor clicado para criar a linha. Arco/arc: o ícone de uma linha arqueada permite criar arcos em diversos ângulos e tamanhos. Há as opções de arcos com 1, 2 ou 3 pontos ou criar a própria angulação. Para criar o arco, clique no ponto inicial de sua formação e no ponto final. Mova o mouse para “desenvolver” sua extensão. Formas/shapes: dentre as formas encontram-se a retangular, retangular rotacionada, circular e poligonar. As formas podem ser criadas em qualquer sentido e tamanho. Clique no ícone e arraste o cursor do mouse para expandir ao tamanho e sentido desejado para a forma. Grupo 2: Empurrar/Puxar/push/pull: utilizada para expandir ou retrair o volume da geometria dos modelos. Selecione a ferramenta e clique na face que você deseja expandir ou retrair, movendo o cursos para criar ou diminuir o volume. Equidistância/offset: cria cópias de linhas e faces que estejam a uma distância uniforme das entidades originais. Sua ação a uma face sempre resultará na criação de uma nova. Você pode digitar na caixa medidas a distância precisa que deseja as linhas ou faces. Para botá-la em ação, clique na que quiser duplicar e em seguida no ícone da Equidistância. Mova o cursor para dentro ou fora ou digite a distância. Mover/move: move os objetos aleatoriamente ou com precisão pela cena. Para mover aleatoriamente, selecione o objeto e o direcione para qualquer lugar da cena. Para mover a um local específico ou com precisão, especifique o novo comprimento de deslocamento durante a ação. A ferramenta ainda possibilita a mudança do ângulo do objeto ao clicar e deslocar os símbolos “mais” (+). Rotar/rotate: a ferramenta é utilizada para rotar, alongar, distorcer ou copiar entidades ao longo de um caminho arredondado. O objeto pode ser rotacionado em três diferentes planos no ambiente tridimensional. Para acionar a ferramenta, selecione-a e escolha a face do elemento a ser rotacionado. Selecione o ínício do movimento e o faça até a posição desejada. Escala/scale: o ícone permite aumentar e diminuir o tamanho de um objeto ou ainda alongar ou estreitar o comprimento de uma de suas faces. Para utilizá-lo é só clicar no objeto e arrastar o quadradinho da função escolhida. Grupo 3: Fita métrica/tape measure tool: é usada para medir distâncias entre dois pontos. Para utilizar, clique no ponto inicial da medida e mova o cursos ao ponto final. A distância medida aparecerá na caixa de medidas abaixo. Texto/text: ao clicar no ícone o SketchUp permitirá que você insira textos em seu projeto e ainda os relacione como os elementos presentes ali, a fim de especificá-los. Pode ser útil ainda para criar legendas para o projeto e lembretes. Ao especificar elementos, selecione o ícone, clique no elemento e arraste o mouse para cima ou para o lado. Abrirá o espaço para inserir o texto, onde você poderá especificar. Pintura/paint bucket: essa ferramenta é utilizada para pintar os componentes com os materiais que escolher. Para utilizá-la, selecione-a e depois selecione na janela de materiais o material a ser utilizado. Grupo 4: Orbitar/orbit: a ferramenta é utilizada para rotacionar a câmera do cenário ao redor da própria cena ou de um objeto. Para usar a ferramenta mova o cursor clicado na direção desejada da visão 3D depois de selecioná-la. Panorâmica/pan: ao clicar no ícone você pode mover a câmera no campo de visão para direita e esquerda e para cima e para baixo. Selecione a ferramenta e arraste com o mouse clicado na direção desejada. Zoom/zoom: serve para aumentar ou diminuir o campo de visão da cena. Utilize a ferramenta selecionando-a, clique no cursor do mouse e mova-o, ainda clicado, para cima para aumentar o zoom e para baixo para diminuir. Modelo centralizado/zoom extents: utilizada para centralizar o campo de visão. Basta apenas clicar no ícone. É importante caso o modelo desapareça da tela ou a visualização fique confusa e você precise de uma referência. Adicionar localização/add location: a ferramenta é integrada ao Google Earth e permite que você posicione seu projeto em qualquer lugar do mundo, apenas inserindo as informações necessárias. Para adicionar a localização, clique no ícone e digite o nome da localização. Clique em “pesquisar/search” e a localização procurada aparecerá. Clique em “selecionar região/select region” ao lado e especifique a imagem para localizar o local. Clique em “capturar/grab” e a imagem aparecerá bloqueada na área de trabalho. Para desbloquear, clique com o botão direito do mouse e escolha “desbloquear/unlock”. Adquirir modelos/get models: essa ferramenta permite que você faça download de modelos 3D já prontos no “depósito” 3D do SketchUp. É só pesquisar pelo o que você procura, clicar no elemento e fazer seu download. Assim, você pode inserir o modelo direto no seu projeto. Depósito de extensões/extension wirehouse: a ferramenta te mostra um local com diversas extensões de variadas finalidades e usos no SketchUp para que você possa procurar pelo o que precisa e fazer seu download. Seu funcionamento é semelhante à ferramenta descrita acima. LayOut/LayOut: permite que você mande seu projeto para o software SketchUp LayOut.

SketchUp – Novidades das atualizações de 2020

Apresentando o Outliner Uma grande mudança na organização do modelo: Outliner. Em um esforço para melhorar o desempenho do modelo, você não precisa mais criar Camadas em Camadas. Gerencie e organize seu modelo diretamente no Outliner. Use o ícone amigável do globo ocular para alternar entre as principais seções do seu modelo, como entre plantas principais e mobiliadas. Novas garras nas caixas delimitadoras Quando você pega um ponto que está obscurecido em um objeto (como um canto traseiro ou um ponto central) e começa a movê-lo, seu objeto fica automaticamente transparente quando algo no seu modelo interfere no objeto que você está movendo. Isso funciona com a ferramenta Girar e a ferramenta Mover. Isso literalmente “transformará” seu fluxo de trabalho. Não confie apenas em nossa palavra: teste você mesmo e comece a posicionar objetos em locais de difícil acesso para ver o que acontece! Melhor controle de objetos ocultos Você notará no seu menu suspenso que separamos objetos ocultos da geometria oculta. Como isso mudará seu fluxo de trabalho? Isso permitirá que você gerencie melhor a geometria oculta e os objetos ocultos para uma experiência de modelagem ainda mais prática. Por exemplo, digamos que você queira editar bordas ocultas em uma paisagem ou suavizar superfícies, mas ainda deseja ocultar objetos que estão próximos como árvores, arbustos ou um prédio. Agora você pode fazer isso! Atualizações no seu dicionário do SketchUp Temos algumas atualizações nas convenções de nomenclatura que usamos ao falar sobre o SketchUp Pro 2020. Isso não altera seu fluxo de trabalho, mas queremos ter certeza de que você sabe que nós estamos falando de uma coisa de maneira diferente agora. Aqui está o resumo! Objetos agora são um termo coletivo para: grupos, componentes e componentes dinâmicos. Isso significa apenas que não precisamos mais dizer grupo (barra) componentes 😀. Além disso, as Camadas agora são chamadas de “Tags”, e lembre-se de que esses dois termos são meramente convenções de nomenclatura e não influenciarão seu fluxo de trabalho. LayOut 2020: Controle de Documento O foco do LayOut foi melhorar a interação entre o SketchUp e o LayOut para economizar tempo e energia. Isso significa que não será preciso ir e voltar no SketchUp, atualizando cenas para garantir que seu desenho saia perfeitamente, pois agora você tem mais capacidade de edição, diretamente no LayOut. Mais poder para ajustar as vistas do modelo O LayOut agora entende muito mais sobre o seu modelo do SketchUp e o que você substituiu. Isso significa que você pode mudar com segurança um estilo ou ângulo da câmera diretamente no LayOut sem perder acidentalmente suas alterações. Como você sabe o que há de diferente na sua viewport do LayOut em relação ao seu modelo? Quando você faz alterações no LayOut, partes da barra de menus ficam cinza escuro, alertando que você fez uma substituição. Lembre-se: só porque você fez algumas alterações no LayOut, não significa que você está preso a elas. Você sempre pode ressincronizar suas viewports de volta para o modelo do SketchUp se necessário. Personalização aprimorada de seus desenhos Leve esses documentos do LayOut para o próximo nível com diferentes modelos e visualizações. Se você possui um modelo do SketchUp existente em várias viewports, agora pode vincular apenas uma dessas viewports a outro modelo do SketchUp. Antes, era necessário excluir essa viewport, inserir um novo modelo SKP e redefinir todas as suas configurações de escala e dimensionamento da viewport. É muito mais eficiência!

10 importantes dicas que todo usuário de SketchUp deve saber

1.Utilize um mouse com 3 botões: Mouses com aquelas “rodinhas” embutidas tornam a rolagem muito mais fácil, e também ativam uma ferramenta no SketchUp. Basta clicar e pressionar para baixo para acionar a ferramenta Orbit/Órbita. Isso significa que você pode alternar a visão e perspectiva do seu objeto enquanto você desenha, economizando vários cliques em direção à barra de ferramentas. 2. Groups e Components: Seus modelos ficarão organizados e você poderá “esconder” algumas partes do seu desenho enquanto trabalha em outras, sem deletar uma única linha. Grupos isolam partes da sua geometria. Eles permitem que você manipule e mova partes mais complexas do seu projeto, sem mover cada peça individualmente. Há também a opção de subgrupos. Tudo isso pode ser visualizado na janela Outliner, que organiza tudo pra você em uma hierarquia. Para criar um grupo, selecione as partes que você deseja agrupar, clique com o botão direito e selecione “Make Group”. Componentes permitem que você crie cópias idênticas de algo- vamos falar mais sobre isso no próximo item. Se você mudar algo dentre os seus componentes, todas as mudanças serão aplicadas nos demais. O processo de agrupar é o mesmo para criar um componente, é só clicar com o botão direito e selecionar “Make Component”. 3. Criando várias cópias: Nada de CTRL + C ou CTRL + V. O SketchUp copia e cola seus itens de forma inteligente. Primeiro, você precisa selecionar o objeto que quer replicar. Ele precisa estar necessariamente em um grupo. Depois, pressione o CTRL, digite a distância entre uma cópia e outra no teclado e aperte enter. Para multiplicar suas cópias e deixá-las equidistantes, basta apertar 10* e Enter. O exemplo criará 10 cópias espaçadas de acordo com a cópia original. Ou então você pode pressionar /10 para criar dez cópias entre a cópia original. O número de cópias e distância vai funcionar de acordo com o valor digitado. 4.Trancar axis/eixos com as teclas de seta: É possível trancar as linhas de eixo do seu projeto enquanto você movimenta algo ou desenha. Pressione as teclas de seta do seu teclado para cima para trancar um objeto ao eixo azul, a esquerda corresponde ao eixo verde, e direita ao vermelho. 5.Passo a passo: Às vezes o SketchUp tem dificuldade em saber exatamente para onde você está movendo um objeto. Tenha paciência. Pense nos movimentos um eixo de cada vez. Posicione a altura, referencie e tranque as linhas necessárias em três passos diferentes. Assim você consegue definir a posição do objeto de forma precisa sem gastar muito tempo com alinhamento. 6.Crie guias com a Ferramenta Tape Measure/Fita Métrica: Essa é uma dica indispensável para criar objetos com dimensões específicas. Guias são uma forma fácil de referenciar pontos específicos, e podem ser criadas a partir da ferramenta Tape Measure/Fita Métrica, destacada na imagem. Clique em uma aresta com a Tape Measure e arraste o mouse junto com as linhas de eixo/axis. Digite a distância que você quer determinar entre a guia e a aresta do objeto. Pronto. 7. Não clique no Value Control Box: Há um box no canto inferior direito do SketchUp. Não clique nele. Trata-se da Value Control Box, a VCB, que muitos usuários costumam confundir com uma caixa de diálogo que configura dimensões. Na verdade, a função da VCB é simplesmente mostrar as medidas com as quais você está trabalhando em um objeto. Você pode clicar, mas ela simplesmente vai mostrar as dimensões. Para alterá-las, simplesmente digite as novas medidas e aperte Enter. 8. Faça outros pontos de referência: Você pode criar novos pontos de referência para alinhar seus objetos. Vamos utilizar um exemplo do próprio Donley: digamos que você tem uma cadeira e uma mesa no seu modelo. Você quer que a parte inferior da mesa e a cadeira estejam alinhadas no mesmo plano. Então, você seleciona a cadeira e utiliza a ferramenta Move. Referencie a parte inferior da cadeira para começar a mover, então tranque-a no eixo azul – você pode fazer isso ao simplesmente apertar a seta para cima do seu teclado – e depois mova-a até a mesa. Isso alinha os dois objetos no eixo azul de acordo com os pontos de referência que você criou no início e no final do movimento. 9. Selecione vários objetosHá duas formas de fazê-lo, e ambas são fáceis. A primeira consiste em arrastar uma caixa de seleção ao redor das partes que você deseja selecionar. Na segunda você deve utilizar a ferramenta Select. Ao clicar em uma face, ela será selecionada. Duplo clique seleciona faces com arestas conectadas. Três cliques selecionam todas as partes do objeto. Essa dica é válida principalmente quando você precisa criar um grupo. Mas lembre-se que para selecionar algo dentro do grupo você precisa dar um clique duplo para abri-lo. 10. Decore atalhos de teclado!

FONTE: http://44arquitetura.com.br/2016/04/10-importantes-dicas-que-todo-usuario-de-sketchup-deve-saber/

Steel Frame

Steel Frame é um sistema tecnológico e sustentável que chegou há alguns anos, para ajudar na viabilidade dos projetos com uma alta tecnologia inteligente, ele é um dos sistemas mais modernos e eficazes nos dias atuais. É determinado como uma construção à seco que não utiliza água e nem outros tipos de materiais seu maior destaque é sua rapidez na hora da montagem das estruturas.
Esse sistema veio para o Brasil em meados dos anos de 90. Muitas pessoas já optam por esse sistema, porém, ele ainda está em processo de aceitação no mercado. A cada dia que passa as empresas que entram nesses quesitos, se aprimoram cada vez mais. Ou seja, aos poucos o sistema vai se desenvolvendo em grande escala.

Google Brasil

Um vão livre de 40,5 metros de largura acomoda, em um dos quadriláteros mais caros de São Paulo, uma construção histórica do século 17 – a casa bandeirista – e um mega edifício comercial – o pátio Victor Malzoni.
Suas características – 167.693,36 metros quadrados de área construída, 19 andares, lajes de até 3,7 mil metros quadrados, vão central livre com pé-direito de 30 metros, fachadas totalmente envidraçadas – garantem a magnitude do empreendimento, que, apesar de constituído como um monobloco construtivo, desdobra‑se em dois edifícios geminados.
As fachadas são totalmente constituídas por dois tipos de vidro – um azul mais claro para o vão-luz, outro mais escuro para revestir elementos estruturais (vigas e pilares). “A diferença entre as tonalidades deu origem a uma grelha envidraçada com alto desempenho térmico. O vidro mais claro possui fator solar de 31% e transmissão luminosa de 5% e o mais escuro, 36% e 17%, respectivamente”, explica a arquiteta Cláudia Mitne, gerente de Marketing da Glassec.